Não mudamos…

Dos versos de Gregório de Matos escritos no século XVII:

Que falta nesta cidade?… Verdade.
Que mais por sua desonra?… Honra.
Falta mais que se lhe ponha?… Vergonha.

Até as palavras indignadas de Ruy Barbosa proferidas na interpretação eletrizante de Boldrin:

Constatamos:

Nada mudamos…

 

Anúncios
    • Ari
    • 27 de agosto de 2011

    A coisa está tomando um rumo sinistro.
    Dica de blog a ser acompanhado: http://www.manoelpastana.com.br/index.php/artigos/78-mensalao-nao-ha-risco-de-prescricao-mas-de-absolvicao.html

  1. No trackbacks yet.

Seus comentários são muito importantes! Deixe sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: